Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

'Mulher infinita'

 

 

"Deste lado de mim, enamorada estou...
Encantamento deu sentido as estrelas
e tudo ficou repleto do teu olhar de eternidade.
Agora, loba,uivo noite a dentro
a te procurar,fico esprimida
entre o teu medo e o meu amor...
 

Quero tanto o calor do teu cheiro
que me inaugura inteira...
Celebro meu desejo em rio,
sou mãos a te procurar,
sou língua a te lamber...
 

Prazer é tua pele,
tua voz em charme e paz.
Nela, ouço sonatas.
Venha, desata este nó,
sou única, sou uma só.
 

Não acharás outra mulher infinita
em borboletas, em desejo, em compreensão.
Paixão e fascínio,você do meu lado.
Meu corpo a te declarar em luz.

Eu, nua, fico a me desfolhar,e
te desejo,e te amar me indetermina.
Quero ficar em cima, quero você
em (des)tempero, a ferver...

Oh! você, quero completar teus vazios.
Sou teu fio condutor nesta narrativa.
Criativa,vou além das entrelinhas...
Estou tão sozinha, preciso te desarrumar...
Deslimitar na tua cama.Me chama, me chama...

Bem aqui, amor meu, podes ver?
Bem aqui em mim...
Toda a tua enseada, todo o teu jardim…"

 

Karla Bardanza

Fantasiado por momentos_infinitos às 21:32
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Sábado, 13 de Setembro de 2008

Inicio de Namoro

 
Amizade, gentileza,
elogios à beleza,
alguma admiração!
De repente... acontece.
eu luto,mas não esqueço
o calor dessa paixão.

 

Mudança, transformação,
Sem jogo de sedução.
Impossível explicar.
Atitudes diferentes !
Pessoas experientes
ao amor podem brincar

 

Começo bem devagar...
geralmente a conversar,
Para a ver... para sentir.
Surge o primeiro carinho,
Um abraço, um beijinho,
já não dá para resistir...

 

As bocas procuram-se...
As línguas encontram-se
anunciando o prazer.
As carícias seguem em frente,
O clima fica mais quente,
tudo pode acontecer.

 

Mãos acarinham sem parar,
cada ponto a excitar,
explodindo de emoção.
Ao amor ninguém resiste,
a paixão logo permite
o despertar da paixão

 

Toques íntimos... ousadia...
Querendo com maestria,
satisfazer a parceira.
Eu excitado, ela molhada,
De repente vindo do nada...
um amor, que parece o primeiro.

 

E assim, com ardor crescente,
aquele encontro inocente
leva os dois a delirar.
Promessas de um outro dia,
com amor, paixão, magia,
Repetir, sentir...amar!

 
Fantasiado por momentos_infinitos às 15:06
link do post | deixa-nos a tua fantasia | ver fantasias (5) | favorito
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

Fantasia...

 

A praia estava deserta. O dia estava quase no fim e já o sol deitava-se no horizonte envolvido por nuvens escuras e um denso nevoeiro. O mar estava calmo apesar de tudo e as ondas beijavam suavemente o areal… Começou a cair uma chuva miudinha que trazia em suas gotas o sabor a sal…

 

Caminhei sozinha pela praia vazia em direcção aos rochedos…sabia que estarias ali, fumando teu cigarro, esperando por mim. Meu coração disparou só de te imaginar de camisa entreaberta, com a pele húmida da chuva, do sabor que ela teria. … Arrepiei-me só de pensar em teus lábios…

 

Quanto mais me aproximava de ti, mais meu corpo se incendiava… Um calor intenso percorreu-me. Fui deixando cair uma peça de roupa a cada passo que dava. Sentia na pele a chuva fria, o sal do mar que grudava em mim e isso deixou-me ainda mais desesperada por não te ter…

 

Cheguei perto de ti já nua. Com o desejo no olhar e no corpo, com o coração acelerado.

Ficaste quieto por um segundo, passeando teu olhar pelo meu corpo… Um instante que me pareceu uma eternidade. Mas logo abraças-te me com força e teus lábios esmagaram os meus…

 

Tuas mãos desceram pelas minhas costas, numa suave carícia, fazendo-me arrepiar ainda mais, agarraste-me as nádegas com força, trazendo-me para mais perto de ti. Tua língua enroscou-se na minha…passavam de tua boca para a minha e vice-versa sem parar…

 

Senti, naquele abraço, todo o teu desejo e a mesma vontade que a minha. Arrancaste fora tua roupa sem parar de me beijar. Sentia tua língua tão quente explorando minha boca, o sabor da chuva e do mar misturava-se ao sabor de tua boca… Um beijo intenso e profundo…

 

Tuas mãos agarram meus seios e a pressão que lhes fazias, deixava-me alucinada entre a dor e o prazer. Foste alternando os beijos na boca, no pescoço e o sugar dos mamilos hirtos e doridos. Caímos na areia ainda quente e a chuva foi abafando nossos gemidos… Tua pele tinha um gosto delicioso…sabias a maresia…chuva, suor e sal…

 

Foste beijando cada pedacinho de minha pele. Tua boca quente contrastava com o frio da chuva. Foste descendo, com a boca gulosa até chegar ao meu sexo que pulsava de tanta excitação. Senti tua língua entrar em mim. Fizeste-me gritar de prazer quando acariciaste meu clítoris para logo de seguida me penetrar com tua língua…

 

Meu corpo pedia mais… segurei tua cabeça entre minhas mãos, e pressionei-a ainda mais entre minhas pernas… Fizeste-me delirar… Tua língua que me explorava fez-me ir ao céu e voltar dando-te a provar a seiva do meu ser, misturada a chuva que escorria pelo corpo e banhava meu sexo e tua boca…

 

Foste subindo de novo, lentamente até me beijar com intensidade, dando-me a provar o meu sabor em tua boca. Quis fazer-te o mesmo, provocar-te a mesma tortura… Fui passeando minha língua pela tua pele bebendo a chuva dela… Segurei no teu sexo em minhas mãos e acariciei-o entre meus dedos… Estava tão rijo, tão grande…Sentia toda a tua excitação.

 

Envolvi-o entre meus lábios. Fui beijando-o, fui acariciando-o, fui passeando minha língua em todo o seu comprimento. Senti-te a crescer em minha boca. Suguei-o com mais força e aumentei a intensidade das carícias… Ouvia os teus gemidos de prazer misturados com a melodia do mar…

 

Puxaste-me de novo para junto de tua boca, mordeste-me o lábio e gritaste em meu ouvido que me querias possuir o corpo e a alma. Beijaste-me com força, apertaste meus seios em tuas mãos. A dor misturou-se ao prazer e supliquei-te para ser possuída agora…Não podia esperar mais…

 

Sentia o peso do teu corpo sobre o meu, todo o teu desejo crescendo… Envolvi-te entre minhas pernas e tudo parou de fazer sentido no momento em que entraste em mim… com urgência, com paixão… Teus movimentos sobre meu corpo pareciam as ondas do mar que batem com violência nas rochas em dias de tempestade…

 

Castigaste meu corpo na ondulação violenta do teu e maior dor provocaste ao parar, ficando quieto, bem fundo em mim, vendo a suplica em meu olhar. Fizeste o tempo ficar suspenso no desejo de te mexeres de novo em mim. Gritaste ao vento que sou tua e de novo mergulhaste dentro de mim com toda tua força de tua paixão…

 

Toda a natureza ganhou o ritmo de nossos corpos que se enlaçavam. Tua boca continuou presa a minha, tuas mãos apertando meus seios… Teu corpo num vai vem alucinante que me fazia gritar… e por fim, a onda gigante de prazer que nos envolveu ao mesmo tempo…

 

Madalena

 

Fantasiado por momentos_infinitos às 10:15
link do post | deixa-nos a tua fantasia | ver fantasias (1) | favorito
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008

Madalena, Parabéns

Fantasiado por momentos_infinitos às 14:03
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Domingo, 27 de Julho de 2008

Idílio

Sorrindo com teu jeito,

me colocaste na cama

com cuidado de amante perfeita

minha volúpia espreita

num corpo que apenas ama

 

Fecho os olhos e sinto a tua boca

beijando a minha pele

esvoaçando como borboleta

beijando-me com vontade louca

sentindo tua mão que meu sexo aperta

 

Depois o meu corpo unido ao teu

explorando o caminho

do meu sentir interno

busca a fonte do prazer eterno

levando-me do céu ao inferno

 

e toma-nos um impudor intenso

um êxtase devasso que me vence

gozo de ansiedade, tão tenso

dar-me a ti , num corpo que é meu

mas que já não me pertence

 

E nele fazes estranhos desenhos

envolvidos em desejos alucinados

em que me dou a ti em vigorosa dança

nos momentos quentes e agoniados

em que entro em ti, como se fosse lança

Fantasiado por momentos_infinitos às 19:19
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

E Depois...

Procuro-te na madrugada desperta

dos meus sentidos

procuro-te faminto , insaciado

buscando em ti

a metade que me completa

que me sacia

que acalma o fogo que me toma

quando as minhas veias

são pasto de chamas

que me devoram

Procuro no teu corpo

o meu prazer

completo , saciado

deixo na tua pele branca

a marca vermelha dos meus dedos

deixo teus lábios inchados

mordidos

pelos meus dentes

na agonia de um beijo

com as mãos trementes

nervosas

rasgo o que me separa de ti

exponho-te nua

à fome dos meus sentidos

quero-te minha

sob o meu domínio

em submissão absoluta

à ferocidade do meu desejo

possuo-te

mas também sou teu

entrego-me ao teu corpo

perco-me em teu odor de fêmea

no tempo de um beijo

e depois

depois a noite é nossa

loucos de desejo

perdemo-nos os dois...

 

Fantasiado por momentos_infinitos às 08:09
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

Vem...

 

Vem… Isso…

Eu sei que me queres, que desejas tocar… então vem…

Olha como chama por ti. Está a tua espera, ansioso por sentir o calor de tua boca, a humidade de tua língua.

 

Olhas com desejo, com vontade…queres tanto segurar em tuas mãos, acariciar com as pontas dos dedos, apertar o mamilo com mais força mas não demais…provocar apenas aquela dor deliciosa…

 

Sim…isso…devagarinho. Fica tão rijo, tão duro…tão cheio…

Continua mais um pouco…hum…tão bom…

Agora prende entre teus lábios…

Ai…não mordas…sim…morde só mais um pouquinho…

 

Vem… Isso…

Eu sei que me queres, que me desejas…então vem…

Meu seio é teu regaço, teu alimento…

Delicia-te na sua maciez e delicia-me de prazer…

 

Isso…humm…

Não vais ainda embora…

Tens tanto ainda para saboreares, tocar, beijar…

 

Vens…?

 

Madalena

 

Fantasiado por momentos_infinitos às 12:03
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Tela de desejo

 

Prendes-me a ti , com as unhas afiadas

cravadas nas minhas costas

como garras de fogo, com que me submetes

ao calor da tua luxúria

somos apenas um, corpos fundidos

suor misturado

desejos exaltados sob o chicote do prazer

devoramo-nos nos beijos longos

nas dentadas ocasionais que provocam gemidos

no balanço dos nossos corpos

que procuram a satisfação

de um desejo tão latente

submeto-me à tua vontade

não sou mais eu, sou parte de ti

penetro o teu corpo , que é também meu

invado o teu corpo numa loucura insana

deixo que me possuas

a teu belo prazer

que descubras em mim

trilhas de gemidos e de sensações

sinto na minha pele quente

o aveludado doce da tua boca

fecho os olhos, enlouquecido

enquanto a tua língua percorre

o meu sexo erecto

que anseia desbravar de novo, caminhos

navegar e atracar

na enseada da nossa loucura

a tua boca possui-me

o meu corpo vibra

com os movimentos gulosos da tua boca

com as tuas mãos delicadas

que me acariciam

seguro o prazer que me aflora

e submeto por fim teu corpo ao meu

e cavo em ti

estradas de amor

caminhos do desejo que conhecemos

gememos em uníssono

enquanto nos damos

ofertando um ao outro o melhor de nós

teu corpo abre-se

como paraíso

onde me enterro em sensações

num desespero que é

a espera pelo êxtase total

o momento quase mágico

o apogeu

em que meu corpo suado

num ultimo embate

se perde no teu

oferecendo-te a seiva da vida

de um prazer partilhado

em espasmos de amor sobre o teu corpo

templo de prazer por nós alcançado

numa luta sem tréguas

até nos saciarmos

estamos exaustos

suados e cansados

quando com ternura

enfim

nos abraçamos

Fantasiado por momentos_infinitos às 07:14
link do post | deixa-nos a tua fantasia | favorito
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Na luz da noite...

A noite chegou sem grandes pressas trazendo um manto estrelado e timidamente iluminou tua pele. Senti vontade de tocar a luz que reflectia teu olhar, de o sentir preso no meu. Devagarinho, passeei meus dedos pelos raios de luz que te desenhavam, segui-os numa suave carícia que te deixou arrepiado.

 

Fui tocando teu rosto, suavemente e para te ter mais perto de mim, prendi teu corpo entre minhas penas num abraço bem apertado. Sentados no chão, frente a frente, corpos enlaçados, o beijo era urgente. Toquei de leve teus lábios acariciandos-os com minha língua. E quando tua boca se abriu, invadia-a para explorar…para sentir teu gosto…

 

Tuas mãos pressionavam meus seios, afagando-os com força, segurando entre os dedos, os mamilos já duros. Soltei tua boca o tempo de te apoderares deles, de os sugar até arrancar um pequeno grito de dor que logo se transformou em num prazer intenso. Um calor intenso invade meu corpo e queima-me com a necessidade de te sentir em mim.

 

Num instante em que o tempo pára, numa volta em que os corpos se colaram, fico por cima de ti. Sinto-me poderosa, dona de ti, feiticeira na magia do teu corpo, sedutora em teu olhar e desejo de teu desejo. Sinto-te a crescer em mim, cada vez maior. Brinco nos movimentos que te envolvem, que te prendem mais a mim. Ora devagar, ora rápido.

 

Em teu olhar toda a força da paixão e a dor doce que antecede o explodir de toda a tensão. Em teus lábios que me chamam para um beijo profundo, as palavras que não podes calar, os gemidos que gritam teu prazer, o apelo silencioso que soltas em cada gemido… Cavalgando freneticamente teu corpo, fundo teu corpo ao meu e juntos, sentimos a explosão em mil cores de todos os sentidos…

 

Madalena

 

Fantasiado por momentos_infinitos às 11:09
link do post | deixa-nos a tua fantasia | ver fantasias (1) | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

HINO AO PRAZER

Na doçura da tua pele perfumada

deixo que meus sentidos vagueiem

perdidos

em cada pedaço de ti

desse teu corpo que é meu

onde sei de cor cada sabor

cada gesto, cada gemido

onde leio o teu desejo

a tua vontade de mim

a tua voracidade de mulher

que me perde, quando queres

quando me provocas e seduzes

onde existe a parte animal

na sensualidade sonhada

no corpo de uma mulher indomada

louca de sentir e de querer

possessiva e devoradora

sensual, e tão desejada

caminhos que conhecemos

estradas onde nos perdemos

lavradas a suor , a tesão

na nossa pele tão quente

que nos deixa marcas na alma

que faz com que não te esqueça

com que te procure alucinado

em busca de amor e de prazer

fêmea plena de vida

de desejo e de loucura

e é para mim uma aventura

de excitação e sentidos

aplacar os teus gemidos

numa entrega total

em que sei como ser teu

e sei como satisfazer

o desespero de querer

que mostras em nossa cama

quando as bocas se colam

e os sussurros se ouvem

como uma musica só nossa

musica de suor e paixão

de fogo e de emoção

que unem nossos corpos trementes

em que te dou, mulher

todo o prazer que anseias

todo o gozo que sentes

Fantasiado por momentos_infinitos às 01:09
link do post | deixa-nos a tua fantasia | ver fantasias (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. 'Mulher infinita'

. Inicio de Namoro

. Fantasia...

. Madalena, Parabéns

. Idílio

. E Depois...

. Vem...

. Tela de desejo

. Na luz da noite...

. HINO AO PRAZER

.O Nosso Selo


fg.jpg


.Escreve-nos


.Sobre Nós


Somos almas inquietas

despertas na noite

curiosas, sonhadoras

insaciáveis na busca

com vontade de saber

e de descobrir

Todas as fantasias que cabem

dentro de um coração

.Nossos Blogs


Image Hosted by ImageShack.us Image Hosted by ImageShack.us

.Fantasias



.Fantasias


.Nosso Tempo



.Fantasiando Agora

online

.Quantos fantasiam connosco